Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2007
Urgências

Está na moda manifestações contra o encerramento das Urgências em diversas localidades deste nosso glorioso País......e eu não entendo porquê. è que a meu ver, com a qualidade do atendimento nas Urgências em particular e dos serviços de saúde em modos gerais, fechar estas tretas é um favor que fazem.

É do dominio publico que em Portugal é mais fácil morrer da cura do que da doença. Aliás, há poucos dias atrás um homem chegou a ter a cova feita no cemitério só porque o Hospital em que estava internado fez uma ligeira troca de identificações e comunicou á sua familia que ele tinha batido as botas.

Se formos ver bem as coisas, o fecho das Urgências é apenas uma forma de por em andamento uma das promessas do Governo nas eleições, acabar com as filas de espera nos Hospitais. Fecha-los é uma medida eficaz, sem dúvida. Agora só falta acabar com a outra fila de espera que mina a integridade do país, a fila do Minipreço (com o cheirete a sovacum dos romenos acabados de descer do andaime).

Um dos argumentos utilizados pelos manifestantes é que se fecham as Urgências nas suas cidades, têm que se deslocar a Espanha para receber os cuidados médicos adequados, o que só vem provar que nos últimos tempos não têm frequentado o hospital da sua área de residência. Se o tivessem feito reparavam certamente, que ir a um hospital em Portugal ou em Espanha é igual, os médicos são todos espanhóis e um gajo pralém de entrar lá cheio de dores nas costas, ranho a escorrer pelo nariz e comichão megalómana nos tomates ainda de la sai com uma dor de cabeça porque os f***** d* puta dos espanhóis não sabem falar sem ser aos gritos, peixeiros do camandrio.

Só para acabar uma piquena nota: há pouco tempo li uma entrevista do Pequeno Saúl em que dizia que os pais se tinham aproveitado dele e lhe tinham gamado o pilim. Só me vieram á cabeça duas músicas, uma com música do saúl e letra de moi même (e se te fosses pó caralho/já ninguém te atura/fica masé calado/fazes melhor figura) e outra com música e letra do grande Zeca Afonso (eles comem tudo/eles comem tudo/eles comem tudo/e não deixam nada).

PS - Ein?? Bem magicada esta homenagem ao Zéquinha, viram??

 



Texto da responsabilidade de jesusinfurs às 00:13
link do post | Digam de vossa justiça | favorito

1 comentário:
De Patricia a 27 de Fevereiro de 2007 às 11:03
E viva o Zeca ;)


Comentar post

É favor não mexer aqui, perigo de explosão
pesquisar
 
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Estes foram os ultimos

Sempre a sumir

Sim eu sei, que tudo são ...

E depois da Perfeição?

Politicas a metro...

Os 80's à Beira Mar Plant...

Amsterdam

O Amigo Secreto

Ins Kino Gehen...ou qualq...

Regresso ao Futuro

A ordem natural das coisa...

Aqui estão os antigos, cuidado com o pó

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Concorrência
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds